Cinema 

Cobertura da exibição de “Berenice Procura” na mostra de SP

 

Durante a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, 27/10/2017, ocorreu a estreia do longa ‘Berenice Procura’.  O filme é um suspense policial sobre uma taxista que se envolve na investigação de um assassinato em Copacabana. A história é uma adaptação do romance homônimo de Luiz Alfredo Garcia-Roza. Berenice é uma mulher de 35 anos, extremamente dedicada ao seu trabalho de taxista, que passa 10 horas diárias dentro de seu carro, num trânsito caótico. Berenice tem uma paixão especial por fatos policiais e cenas de crimes. Seu ex- marido é Domingos, um repórter policial que trabalha num programa sensacionalista de muita audiência, chamado “Cidade Justa”. É através dele e das páginas policiais dos jornais, que lê toda manhã antes de sair para trabalhar, que nossa personagem se mantém informada sobre os casos policiais da cidade. Um dia Berenice se vê envolvida no caso de um assassinato no bairro de Copacabana e decide fazer sua própria investigação, vivendo uma história de mistério e emoção.

O destaque do longa fica por conta da atuação de Claudia Abreu, sua personagem tenta desvendar o mistério que permeia o filme (a investigação da morte de uma transexual).

Numa época onde casos de agressões homofóbicas são constantes, fazendo com que o Brasil apareça no topo da lista como o país com a maior quantidade de registros de crimes homofóbicos do mundo, o filme traz a reflexão trans para o debate.

Numa recente entrevista ao cinejornal a protagonista Claudia Abreu afirmou:  “Essa questão dos trans, é fundamental isso ser mais falado, ser mais comum. Vamos falar mais disso. É preciso! Essa naturalidade tem que ser cada vez mais aceita pela sociedade”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Posts relacionados

Leave a Comment

Pular para a barra de ferramentas