Sobre Nós

O site:

Como surgiu: Nós, admiradoras do trabalho de Adriana e Vladimir, em uma conversa casual em um grupo no whatsapp, falamos sobre criar um site. No começo, tudo não passava de uma brincadeira, mas no decorrer do tempo, decidimos que a ideia era boa. Então nós criamos um grupo só para nós, onde definiríamos tudo.

O processo: O primeiro passo foi decidir o nome do site para o registro. Sim, pagamos por ele. Depois de decidirmos que o nome deveria ser simples e direto, optamos por “drivla.com.br”. Depois, algumas discussões foram feitas para decidir layout e arte do site. Tivemos dois meses de trabalho apenas com a montagem, que resultou em um site, modéstia à parte, lindo.

Entretanto, como nada na vida é simples, nos deparamos com um problema inicial que nos atrapalhou um pouco. Nós não sabíamos como criar um site. Contamos com a ajuda de um amigo da Didi que entendia de criação de site. Ele nos ajudou a por o site no ar. A partir deste momento, começamos a trabalhar juntas. 

Resultados: O site, nada mais é, do que uma forma que pensamos para aproximar o fandom da Adriana e do Vladimir. Sabemos que existem conflitos internos – que devem ser deixados de lado aqui – para o bom funcionamento do site, e harmonia no fandom. Aqui serão postadas notícias, fotos, vídeos e matérias antigas (algumas raras). Além de disponibilizarmos todo conteúdo, vamos abrir espaços para que os fãs possam postar homenagens para drivla – fotos, videos, desenhos, textos e afins -, comentar os conteúdos do site, e também, poderão enviar emails, caso queiram nos propor ideias, enviar críticas e/ou sugestões. O site foi criado para vocês. Esperamos que gostem.

Sobre Nós:

Laura: Tenho 18 anos. Moro, atualmente, em Salvador, mas sou brasiliense. Sou estudante de Produção em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal da Bahia – UFBA. Tenho fã clube para Adriana e Vladimir desde 2011, quando eles atuaram, respectivamente, na novela Morde e Assopra e no seriado Tapas e Beijos. Fiz teatro amador por dois anos e tenho uma enorme paixão pela sétima arte. Pretendo fazer especialização em direção cinematográfica e dar continuidade aos meus estudos para produzir projetos audiovisuais. Não dispenso uma cervejinha também rs. #ForaTemer.

Pri: Priscila Fasulo Freesz, 23 anos e fã da Adriana Esteves desde os 5, quando saia correndo do colégio para chegar em casa a tempo de ver O Cravo e a Rosa. Me formei em jornalismo por muita influência dela e hoje trabalho com marketing em um GSA. Amo música, show, teatro, trilhas, andar de skate… Tenho vontade de morar na Itália e se um dia acontecer, vou sentir saudades das bagunças com meu povo correndo atrás do nosso casal preferido da vida 💓

Taci: Demógrafa e Antropóloga, paulista (frustrada porque não nasci carioca). Desde a novela “O cravo e a rosa” me tornei fã do trabalho da Adri e do Vlad desde “Tapas e Beijos”. Entusiasta do cinema e das manifestações culturais e artísticas brasileiras. Como antropóloga, atuo na formação de profissionais de saúde que atuam em área indígena e realizo pesquisas com povos indígenas do Mato Grosso, em especial os Kamaiurá. Assim como Adriana, não dispenso a minha cervejinha com os amigos.

Leave a Comment

Pular para a barra de ferramentas